Product Owner – A importância da experimentação para o aprendizado e melhoria de um produto

Olá!

Vamos falar neste post de um experimento: Mini curso gratuito:Product Owner Dicas para o dia a dia. Experimentos para que Product Owners possam aprender e evoluir seus produtos. Começaremos falando do produto, no qual utilizamos o conceito de MVP.

Mas qual a grande diferença deste mini curso gratuito? Já que no momento (pandemia) temos uma vasta oferta de conteúdos gratuitos? Este foi o primeiro (do Brasil) mini curso gratuito por Whatsapp sobre Product Owner. Isto mesmo!

Foi uma experiência incrível. Falo isto não somente como idealizador do projeto, mas pelos resultados gerados, repercussão, aprendizados e feedbacks. Agradeço imensamente a cada participante desta jornada.

Veja no final deste post, uma lista de feedbacks e dicas dos participantes. Ouvir os seus clientes, é papel do Product Owner. #ficaadica

Quero compartilhar um pouco da experiência, não somente com foco educacional, mas também destacando alguns pontos importantes que podem ajudar os Product Owners no dia a dia.

A ideia de fazer um mini curso por Whatsapp, é um desejo antigo, mas até o momento não tinha colocado o empenho necessário para concretizar este experimento. Eis que em Julho/2020, tive contato com um curso de meditação por Whatsapp.  Observando a estrutura deste curso, as coisas se encaixaram, ou seja, a ficha caiu. Então com este insight, era partir para um desenho mínimo da proposta – era o final de semana de 11 e 12/07/2020.  Em poucas horas, tinha este desenho mínimo. O próximo passo, foi avisar as pessoas por e-mail que as inscrições seriam abertas no dia 13/07/2020(segunda) as 04:01 (horário de Brasília).

Criamos um grupo no Whatsapp para que os interessados na proposta, ingressassem e pudessem se preparar para o mini curso. Em pouco mais de 7 horas, o grupo lotou – turma formada. Ufa.

O grupo estava configurado para somente o administrador (no caso, eu) publicar. Algumas informações do processo, forma informadas na descrição do grupo.

O contato comigo era feito por mensagens no pvt (via Whatsapp) ou e-mail. Eu deixei isto bem claro.

E também deixei muito claro o lema do nosso mini curso por Whatsapp:

“Queremos separar os curiosos dos comprometidos (com esta jornada)”

E qual foi o motivo disto? Queríamos de fato apenas pessoas REALMENTE interessadas na proposta. E não havia nada de errado, as pessoas não participarem, desistirem, não aderirem a proposta, não concordarem… Estava (alias, está) tudo bem. Sem julgamentos. Era apenas um convite, onde haviam regras claras e os participantes eram informados sobre cada passo – aliás isto gerou um volume enorme de mensagens que eu publicava, e acabou irritando algumas pessoas. Acabei aprendendo direto na produção. rs..rs

O curso iniciaria no dia 20/07 (segunda) com conteúdos diários sendo publicados no grupo por Whatsapp.

ProductOwnerDicasDiaaDia_Estrutura_mini_curso_Julho_2020_v08-capa

Imagem da capa do PDF

ProductOwnerDicasDiaaDia_Estrutura_mini_curso_Julho_2020_v08-imagem

Imagem da Estrutura inicial prevista – acabou ocorrendo ligeiramente diferente

Basicamente nós tínhamos a seguinte ideia:

Dia1- Publicar um PDF/áudios sobre o tema

Dia-2 Revisar e fazer atividades sobre o tema da aula anterior

Esta sequência se repetiu mais duas vezes, e finalizamos com uma LIVE no domingo (26/07/2020) – 18:00 as 20:00 (acabou por volta das 20:35) onde responderíamos as perguntas e discutiríamos alguns pontos do mini curso.

ProductOwnerDicasDiaaDia-mini-curso-por-whatsapp-LIVE-Julho_2020-FOLHA-1

Acima, imagem do PDF utilizando na LIVE do ultimo dia (26/07).

Baixe o PDF de apoio utilizado na LIVE

Os tópicos do mini curso:

  • Aula-1 – Uma nova demanda
  • Aula-2 – Início do Backlog
  • Aula-3 – Refinamento do Backlog

Além dos conteúdos teóricos, nós tínhamos atividades, questionários, criar mapas mentais, e questionar sobre a aplicação dos conteúdos ensinados.

O objetivo era apresentar dicas práticas (e simples) para o dia a dia do Product Owner.

Além da proposta educacional inovadora, formato dos conteúdos, estrutura utilizada e ferramentas, destaco o enorme aprendizado com um experimento que gerou vários insights. MVP no ar é isto mesmo. Por que você não tenta com o seu produto?

Veja alguns aprendizados relacionados a proposta em si:

  1. Gestão do grupo de Whatsapp
  2. Horário/volume de publicação das mensagens
  3. Reforçar as características das proposta, exemplo: Se você detesta Whatsapp/grupos/notificação, então esta proposta não é para você – e nada de errado com isto
  4. Inserir cases
  5. Inserir Quiz (estava previsto) – mas não foi possível
  6. Melhorar a forma de acompanhar o board

Agora, vou citar alguns pontos (que valorizamos durante o mini curso) e contribuem diretamente com o Product Owner no dia a dia.

  • Tenha a mentalidade de experimentos com ciclos curtos de feedback
  • Tenha uma visão e compartilhe
  • Mentalidade de “fazer acontecer”
  • Ouça atentamente seus clientes/usuários
  • Invista na comunicação e colaboração sempre
  • Reforce as regras (mesmo elas sendo muito claras)
  • Aprenda com todos
  • Comprometimento, muda o jogo
  • Metas claras
  • Procure apoiadores da sua visão/produto
  • “Frequência vem antes da excelência”
  • Faça  e melhore ao longo do tempo
  • Aprenda a lidar com imprevistos
  • Mantenha a humildade

Produto (mínimo) idealizado, entregue e uma lista de 42 feedbacks coletados diretamente com os clientes. Agora é analisar minuciosamente cada feedback, aplicar e melhorar o produto para a próxima execução. #aprendizado e #melhoria contínua!

Veja abaixo o Product Vision Board do produto: mini curso por Whatsapp.

ProductOwnerDicasDiaaDia-mini-curso-por-whatsapp-LIVE-Julho_2020-vision-boar

Devido a enorme repercussão, criamos até um canal no Telegram para que você possa acompanhar, quais serão os próximos mini cursos gratuitos por Whatsapp, novidades, conteúdos e muito mais.

O canal no Telegram é para divulgação. Mas cada mini curso será realizado no Whatsapp, através de conteúdos publicados na forma de áudios e PDFs.

Se você é educador, Product Owner, empreendedor ou qualquer outro papel/cargo e ficou realmente interessado na proposta/produto, envie um e-mail para contato@agilenow.com.br e vamos bater um papo.  #borainteragir

“Queremos separar os curiosos dos comprometidos (com esta jornada)”

Fernandes Lima

Idealizador do projeto

Abraços

Pedimos aos participantes da primeira turma, para dizer o que mais gostaram (no mini curso por Whatsapp) e quais dicas deixariam para os participantes de futuras edições. Eu ouviria eles. rs..rs

O que mais gostaram:

Feedbacks-9

Feedbacks-10

Feedbacks-11

Feedbacks-12

Feedbacks-13

Feedbacks-14

Feedbacks-15

Feedbacks-16

Feedbacks-17

Feedbacks-18

Veja as dicas:

Feedbacks-1

Feedbacks-2

Feedbacks-3

Feedbacks-4

Feedbacks-5

Feedbacks-6

Feedbacks-7

Feedbacks-8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes para prototipagem de requisitos de softwares

Olá!

A prototipagem ou prototipação de requisitos de softwares tem a finalidade de obter grande quantidade de informações sobre um problema, permitindo uma coleta de requisitos muito ágil e fluída. Possibilitando ao usuário final atuar como cocriador.

Diante do desafio de coletar requisitos de softwares, utilizar abordagens colaborativas e construção incremental de partes do produto, permite um melhor resultado devido a dois fatores:

  1. Participação do usuário final
  2. Utilização de ciclos curtos de feedback para correção e ajustes, contribuindo com a construção de produtos com foco nas REAIS necessidades dos clientes e/ou usuários

Antes de propor um sessão de prototipagem para coletar requisitos, sugiro alguns ingredientes básicos:

  1. Entendimento do problema a ser resolvido
  2. Quais os resultados esperados
  3. Definição do time multidisciplinar
  4. Escolha de uma funcionalidade chave que resolverá o problema de forma plena
  5. Definição de agenda para realizar a sessão
  6. Apoio de um sponsor

Dependendo do cenário, mais ingredientes poderiam ser necessários, mas vamos começar com estes.

1. Entendimento do problema a ser resolvido

Como assim o problema a ser resolvido? Explico.

Um desafio de negócio que hoje causa impacto negativo no processo atual, ou que poderia ser evoluído ou criado.

Vamos citar alguns exemplos:

  • Um novo processo de aviso de férias para facilitar a vida do RH, colaborador e gestor
  • Um relatório gerencial para área de compras visando apresentar as maiores compras por departamento e economia realizada
  • Uma tela de pedido de venda simplificada para ser utilizado por representantes na visita a clientes
  • Um aplicativo ou portal que permita acompanhar os custos dos projetos através de diversos indicadores para área de PMO

Todos estes problemas acima, precisarão da criação ou evolução de softwares com foco em melhoria de processo, automatização, redução de custos ou outros pontos.

Entender o problema e como as pessoas são impactadas é o primeiro passo.


2. Quais os resultados esperados

Tendo em vista que já sei qual o problema a ser resolvido, fica muito mais fácil estabelecer os resultados esperados.

Supondo que o nosso problema fosse:

Um novo processo de aviso de férias para facilitar a vida do RH, colaborador e gestor

  • Processo muito manual e sujeito a erros
  • Envio de planilhas entre os envolvidos
  • Falta de controle eficiente

Resultados Esperados:

  • Automação do processo e eliminação de erros
  • Visibilidade do processo para todos os envolvidos
  • Diminuição do custo operação para gestão do processo de férias

3. Definição do time multidisciplinar

Consiste num time que se complementa e as diferenças de visões contribuem para um produto mais aderente as reais necessidades

Apesar de ser um time, “Um por todos e todos por um” tenho dois perfis bem distintos: Técnico e de negócios

Técnico: Programadores, arquitetos, DBAs, Profissionais de UX/UI, Lider Técnico e testador

Negócios: Cliente, usuário final, gestores, Product Owner, analista de requisitos/negócios e partes interessadas.

O foco deste time deve ser a entrega do produto em ciclos curtos, muita comunicação e colaboração. Parece até ser fácil!

Acrescente um facilitador, e escolha um dos presentes para ser o escrivão da sessão de prototipagem, para registro e documentação dos requisitos discutidos.


4. Escolha de uma funcionalidade chave que resolverá o problema de forma plena

Imagine um produto contendo inúmeras funcionalidades, porém tem uma (ou conjunto delas) que é chave, aquela que “resolve a dor do cliente”

Vamos pensar no Uber, qual seria esta funcionalidade matadora?

Solicitar corrida.

Ok, alguns estão bravos comigo porque chamei de funcionalidade, e não de tema ou épico. Mas se realmente você esta preocupado com a terminologia utilizada, você não entendeu nada do que estou falando.

Chame do que você quiser: Épico, tema, macro funcionalidade, funcionalidade…

O importante é entender o conceito.Ok?

Escolhida a funcionalidade chave.

Em nosso exemplo do problema das férias do RH, vamos chamar a funcionalidade chave de: Solicitação de férias através do colaborador


5. Definição de agenda para realizar a sessão

Avise antecipadamente(normalmente utilizo uma semana de prazo) todos os envolvidos.

Informe:

  • tema
  • data
  • horário
  • duração da sessão em horas, deixe claro os intervalos
  • regras para interrupções/uso de smartphone/internet
  • local
  • nome da sala
  • fone/email/whatsapp para contato rápido

E dois dias antes do sessão, envie um lembrete a todos. Invista na comunicação intensa de seus projetos!


6. Apoio de um sponsor

Conselho básico, muitas vezes esquecido.

Proximidade com este sponsor, venda a ideia pra ele, forme uma parceria no sentido mais amplo da palavra.

Que este sponsor seja politicamente forte, afinal nem tudo se resume a utilização de abordagens ou lindos post-its coloridos, precisamos de resultados reais e mensuráveis!

O apoio deste sponsor é fundamental para iniciação do projeto, e durante a caminhada, os possíveis problemas que surgirão.

Mantenha um dialogo constante e franco.

Ao final da sessão de prototipagem, devemos ter um entendimento claro sobre a funcionalidade e o alinhamento entre todos os envolvidos.


Dica Extra

Não adianta nada utilizar todas estas dicas, e não construir o produto de forma incremental o mais breve possível com uso intenso de feedback.

#boraprototipar

#foconousuariofinal

#prototipandorequisitos

Produtividade, já ouviu falar disso?

Olá!

Você se considera produtivo?

Durante o dia todo?

O sono afeta sua produtividade?

Como é a qualidade do seu sono?

Cada um de nós tem um ritmo, muito particular, quase que uma assinatura biológica.

Veja algumas matérias falando sobre produtividade. Após ler isto, talvez suas crenças mudem!

Como a escolha do horário afeta a execução das tarefas ao longo do dia – época negócios

Trabalhar duro pode acabar com a produtividade – época negócios

5 dicas para a produtividade

Diferença entre produção e produtividade

8 atitudes para aumentar a produtividade

“não fazer nada” – sendo produtivo – BBC Brasil

Saiba mais sobre o livro – O mantra da produtividade

Será que ainda vai vincular produtividade com carga horária extensa?

Baseada em minha experiência de 26 anos com desenvolvimento de software, não vejo nenhuma relação de carga horária com produtividade para trabalho do conhecimento. Sim, isto é apenas minha opinião!

Uma dica: Nada de pressa ou afobação, isto afeta a qualidade!

 

produtividade

 

 

 

Cultura, segurança psicológica e inteligência emocional para equipes de alta performance

Olá!

Achei bem interessante a associação de times de alta performance com grupo de amigos. Particularmente, também tenho esta visão.

Claro que este nível de convivência pode ser difícil obter.

Prefiro que as pessoas tenham bom entrosamento e até alguma amizade, embora isto possa simplesmente não ocorrer.

Veja o artigo no portal Infoq.com/br

Por um mundo com mais pessoas entrosadas, com cordialidade, respeito e um pouco de humanidade nos corações.

Vídeo(5 min) – Qual o propósito do time? – Canal Método Ágil

Boa reflexão

 

 

Combo Agile – Julho/2018 – Super Oferta até 19/07/2018 – 2 cursos presenciais(SP) por R$697.00

Olá!

Estamos com uma ação promocional até 19/07/2018 ou 2 vagas nesta condição – o que ocorrer primeiro.

Ao comprar o treinamento de Canvas Feature 23 e 24/07(18:45 as 22:30) – você ganhará o treinamento Scrum Master 28 e 29/07(08:30 as 18:00)

Isto mesmo. Compra Canvas Feature e ganha preparatório para Scrum Master.

Oferta válida até 19/07/2018 ou encerrarem as 2 vagas nesta condição.

COMPRE neste link Canvas Feature com desconto e ainda ganhe o treinamento de Scrum Master

Ao comprar até 15/07/2018, você será inscrito(em até 48 horas – após o pagamento) no outro treinamento – fique tranquilo!

  • Compra(com desconto) Canvas Feature de R$897.00 por R$697.00
  • Ganha Scrum Master
  • E ainda parcela no cartão de crédito

Ambos os treinamentos presenciais em São Paulo, 28 horas de muitas interações, dinâmicas e networking.

São apenas 2 vagas.

Dúvidas: envie e-mail para contato@agilenow.com.br ou contato@canaldevbr.com

Esperamos você lá!

 

 

 

Uso de Lean no SUS

Olá!

Muito interessante ver esta notícia por diversos fatores:

  • Para boa parte da população a fama dos serviços públicos não é das melhores
  • A iniciativa em si de melhorar o atendimento para o população
  • Aumento de produtividade
  • Redução de desperdícios
  • Otimização do fluxo

Precisamos de serviços públicos e privados de qualidade, que atendam seus “clientes” de maneira enxuta e eficiente.

Uma ótima iniciativa

Leia a notícia no portal da Folha de São Paulo

Saiba mais sobre Lean

#VivaOLean

 

Colaboradores Felizes:Seu maior ativo

Olá!

Em tempos de escritórios repletos de puffes com cervejas a vontade, ainda existem(muitas) empresas praticando o tratamento “comum” aos seus funcionários.

Empresas com práticas medievais:

  • Quer que eles “batam ponto”
  • Que cumpram suas obrigações
  • Oferecem o mínimo de benefícios (isto quando oferecem algum)
  • Remunerações baixas, afinal o “mercado esta cheio de gente querendo trabalhar”
  • E demais situações horrendas como estas

Por outro lado existem empresas, que já compreenderam que os colaboradores felizes podem render muito mais, muito mesmo.

Não vinculam carga horária com produtividade, tratam as pessoas com respeito e educação, fornecem boa estrutura e plano de benefícios.

Mas a vida selvagem ainda impera em nossos mundinhos.

Veja um artigo falando sobre índice de satisfação dos colaboradores na Época Negócios