O que as empresas podem aprender com campanhas políticas

Olá!

Excelente artigo sobre: engajamento, aprendizado, motivação, foco…

Veja no portal MSN:

http://www.msn.com/pt-br/dinheiro/economia-e-negocios/o-que-as-empresas-podem-aprender-com-campanhas-pol%c3%adticas/ar-AAjTIRo?ocid=spartandhp

Por que não aplicar em nosso cotidiano? Difícil? Sim é, mas vamos tentar.

Uma provocação: Quem te engaja mais Obama ou Hillary?

Como funciona a universidade sem professores inaugurada nos EUA

Olá!

Incrível esta experiência que foca em:

  • trabalho colaborativo entre os alunos
  • aprendizado por projeto

http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/11/1832123-como-funciona-a-universidade-sem-professores-inaugurada-nos-eua.shtml

Isto tem algo a ver com Agile? Senão encontrou a ligação entre esta ação e o Agile, envie email para canaldevbr@outlook.com

 

Samsung vai investir U$1.2 bilhão em Internet das Coisas

Olá!

É uma quantia expressiva… Vamos ficar ATENTOS.

Veja no portal Estadão:

http://link.estadao.com.br/noticias/empresas,samsung-ira-investir-us-1-2-bilhao-no-setor-de-internet-das-coisas,10000058404

E a parceria com Startups terá um papel central.

Este segmento vai movimentar vultosas quantias nos próximos anos, e nós desenvolvedores devemos estar preparados.

75% dos motoristas dizem ter ‘medo’ de carro autônomo, aponta pesquisa

Olá

Três de cada quatro motoristas americanos dizem ter “medo” de andar em um carro autônomo, que dirige sozinho, concluiu a pesquisa da AAA, uma fundação pela segurança no trânsito. Por outro lado, a maioria dos entrevistados se interessa por sistemas semiautônomos — quando o carro “reage” sozinho a determinadas situações, ajudando o motorista.

Veja no portal G1:

http://g1.globo.com/carros/noticia/2016/03/75-dos-motoristas-dizem-ter-medo-de-carro-autonomo-aponta-pesquisa.html

E quem não tem medo?

Smartguns, as armas inteligentes que podem reduzir a violência nos EUA

Olá

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recentemente anunciou um programa de governo que tem como objetivo diminuir o número de mortes por armas de fogo no país. Mas é curioso notar que, entre todas as medidas, uma delas envolve a pesquisa e o desenvolvimento de um novo tipo de armamento.

Veja mais no portal Tecmundo:

http://www.tecmundo.com.br/armas-de-fogo/92762-smartguns-armas-inteligentes-reduzir-violencia-eua.htm

Armas inteligentes ou não… sei lá.

Dados de milhões de eleitores dos EUA foram expostos, diz especialista

Olá

Um pesquisador independente de segurança da computação afirmou nesta segunda-feira (28) que uma base de dados com informações de 191 milhões de eleitores norte-americanos foi exposta na internet por causa de um erro de configuração.

Veja mais no portal G1:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/12/dados-de-milhoes-de-eleitores-dos-eua-foram-expostos-diz-especialista.html

Vazamentos de dados ocorrem com frequência, assim como as falhas de programação, temos muito que melhorar neste quesito. Enquanto isto não ocorre a divulgação, serve para mostrar o quanto somos falhos.

Humildade para todos nós desenvolvedores.

Um país em que a ordem e o progresso funcionam

Olá

Antes de falar de post, publicado no blog do Estadão/PME, vale ressaltar alguns pontos:

O Brasil tem total condições de mudar esta desordem que ocorre a centenas de anos. Por exemplo: Quantas vezes já ouvimos falar de, melhorar educação, saúde e segurança. Muitas vezes falta boa vontade, decisão de fazer e mão na massa. E melhoria contínua, de maneira clara, dizendo quais são os problemas, e a real necessidade de recursos financeiros para saná-los. um foco maior em resolver, e não em ter uma imensa máquina governamental(em todas as esferas) sob falsos pretextos.

http://blogs.pme.estadao.com.br/blog-do-empreendedor/um-pais-em-que-a-ordem-e-o-progresso-funcionam/

Quanto a esta atmosfera americana, poderíamos olhar, refletir, aprender e praticar em larga escala. Tendo em vista, que o Brasil possua alguns bons exemplos isolados.

Enquanto isso: “Ordem e progresso” somente enfeitam nossa bandeira.

Falar isso não é ser antipatriota, é ser realista, com o claro objetivo de melhorar continuamente, aprendendo com os americanos, ingleses, italianos, chilenos, etc.