Crise muda o perfil das startups

Olá

Quando a crise aperta, boas ideias não são o bastante para formatar negócios eficientes. Empreender em tempos de retração pode ser, para muitos, uma alternativa para escapar do risco do desemprego, porém, a inovação precisa estar na execução do projeto.

Veja matéria no portal Estadão:

http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,crise-muda-o-perfil-das-startups,6155,0.htm

O bacana das startups é que estão sempre em movimento… sempre buscando… Procura de  investimento.

 

A crise…

Conheça o Xros, um ‘WhatsApp para o trabalho’

Olá

Com a popularização dos aplicativos de conversas, é comum que as empresas utilizem esse tipo de solução para se comunicar com os clientes. O problema, no entanto, é que para utilizar o WhatsApp, por exemplo, é preciso que remetente e destinatários das mensagens possuam o app instalado e os números salvos em sua agenda de contatos, o que acaba criando uma proximidade que nem sempre é necessária.

Veja matéria no portal Olhar Digital:

http://olhardigital.uol.com.br/noticia/conheca-o-xros-um-whatsapp-para-o-trabalho/53753

Mais uma reação do mercado ao efeito Whatsapp.

 

Itaú tem 6 milhões de usuários do seu app

Olá

O Itaú encerrou o terceiro trimestre deste ano com 6 milhões de usuários do seu aplicativo móvel. Isso representa um crescimento de 54% em um ano: em setembro de 2014 o banco tinha 3,9 milhões de usuários desse canal. O mobile banking corresponde hoje a metade da base de usuários de canais digitais do Itaú, que somam 12,1 milhões e incluem aqueles que acessam através do site e de SMS.

Veja matéria no portal Mobiletime:

http://www.mobiletime.com.br/15/12/2015/itau-tem-6-milhoes-de-usuarios-do-seu-app/424706/news.aspx

Os canais móbile propiciam comodidade, reforçam a presença da marca e facilitam muito nosso dia a dia.

WhatsApp é o app mais usado pelos internautas brasileiros, diz Ibope

Olá

93% dos entrevistados disseram usar o WhatsApp, chamado popularmente de “ZapZap” no país e cada vez mais motivo de polêmica entre as operadoras locais.

Veja matéria no portal Idgnow:

http://idgnow.com.br/internet/2015/12/15/whatsapp-e-o-app-mais-usado-pelos-internautas-brasileiros-diz-ibope/

A presença maciça do Whastapp é inquestionável, isto contar a facilidade que ele adicionou a comunicação.

 

Voluntários ensinam programação a alunos de escolas públicas

Olá

Tão longe, mas cada vez mais perto. Na Austrália, o governo anunciou recentemente que aulas de programação farão parte do currículo obrigatório para crianças a partir de 10 anos. Na Inglaterra, crianças a partir dos cinco anos de idade têm aulas de programação desde setembro do ano passado nas mais de 160 mil escolas primárias do país.

Veja vídeo(5min) no portal Olhar Digital:

http://olhardigital.uol.com.br/video/voluntarios-ensinam-programacao-a-alunos-de-escolas-publicas/53664

Esta iniciativa é super importante, pois a programação abre caminhos para: empreendedorismo, criação de conteúdo, etc.

Vamos todos programar.

Uber não tira mercado dos táxis, conclui estudo do Cade

Olá

entrada do aplicativo Uber no mercado brasileiro não influenciou de forma significativa o mercado de táxis nacional. Pelo contrário, a empresa passou a atender uma demanda reprimida, que não fazia uso dos serviços dos taxistas. O entendimento é do Departamento de Estudos Econômicos (DEE) do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que concluiu o estudo “Rivalidade após entrada: o impacto imediato do aplicativo Uber sobre as corridas de táxi porta-a-porta”. No trabalho, o uso do Uber foi comparado com a utilização dos aplicativos 99taxis e Easy Taxi, que também operam na modalidade porta-a-porta – o motorista vai até onde o cliente está.

Veja matéria no portal Mobiletime:

http://www.mobiletime.com.br/14/12/2015/uber-nao-tira-mercado-dos-taxis-conclui-estudo-do-cade/424643/news.aspx

O efeito Uber na sociedade ainda vai longe.

Startups propõem soluções para sociedade acompanhar gastos públicos

Olá

Maratona de inovação selecionou três startups brasileiras com foco em transparência. Como prêmio, jovens empresas passarão por período de incubação.

Veja matéria no portal Idgnow:

http://idgnow.com.br/internet/2015/12/14/startups-propoem-solucoes-que-permitirao-acompanhar-gastos-publicos/

Esta onda de governos e megacorporações promovendo concursos visando aprender com as Startups, é super benéfica.

Métodos ágeis e a dor do treino

Olá

Quem faz academia, sabe que os treinos mais pesados ou o início é bem difícil. Sente as dores, o corpo reagindo, a tentativa de mudança, as dificuldades, a vontade de desistir…

Com os métodos ágeis, ocorre o mesmo, o começo é difícil, porque como na academia, significa MUDAR seu comportamento.

Tentar praticar, mesmo sentindo certos desconfortos, é assim mesmo.

Requer:

  1.  Vontade de mudar realmente
  2. Disciplina
  3. Seguir as regras
  4. Caminhar passo a passo
  5. Foco nos objetivos
  6. Esforçar-se diariamente
  7. Entender e assimilar a nova filosofia

Por isso nós do blog, encontramos muita semelhança na adoção dos métodos ágeis e o início na academia.

É uma mudança de vida, de mentalidade e atitude que deve preencher a alma. Nossa, isto ficou bonito.

O impacto da cultura ágil nos resultados das empresas

Olá

A área de gestão tem sofrido profundas mudanças de paradigmas nos últimos anos, que influenciaram diretamente a forma como os gestores enfrentam os desafios das grandes empresas hoje. Esses impactos, por sua vez, tiveram também amplo reflexo nas metodologias utilizadas para o gerenciamento de projetos e nos conceitos de eficiência ligados a esse campo, o que nos leva a refletir sobre o que muda no cenário empresarial com a chegada de novos métodos e novas práticas principalmente nos setores de desenvolvimento e para os gerentes de projetos, aos quais se atribui elevado grau de responsabilidade.

Veja mais no blog da Massimus:

O impacto da cultura ágil nos resultados das empresas

E viva a agilidade

Grandes tendências ágeis para 2016

Olá

O desenvolvimento de software e gerenciamento mudou com o surgimento e implementação de metodologias ágeis. Hoje existe uma grande procura por profissionais que possuam habilidades e experiências em métodos ágeis.

Veja a visão de nossos amigos da Adpatworks no post:

http://blog.adaptworks.com.br/2015/12/grandes-tendencias-ageis-para-2016/

Vamos refletir a respeito e procurar aprender/praticar.

Viva a agilidade.